MULTIPOTENCIALIDADE: QUANDO VOCÊ SE INTERESSA POR MUITAS COISAS

Eu sempre fui considerada uma daquelas pessoas que largam as coisas pela metade, que não tem foco, que não sabem o que querem. Ouvi diversas vezes que eu não gostava de nada, mas no fundo eu sabia que não era isso. Na verdade eu me interesso por muito. Descobri recentemente que o nome para isso é multipotencialidade. Pra mim, que sempre me senti esquisita, que estava quase aceitando que o problema realmente era que eu não me interessava por nada, foi uma alegria. HAHA

Mas afinal, o que é ser multipotencial?

Resumidamente, é quando você tem habilidades ou interesses em diversos assuntos. Geralmente, o padrão é você se dedicar totalmente para alguma área né? Ser multipotencial é ser o oposto de um especialista, que gosta de se aprofundar em um mesmo assunto e saber o máximo sobre ele. A gente pode se interessar por moda, mas querer saber um pouco mais de engenharia de produção (eu era assim na faculdade HAHA saía da minha aula de história da arte pra assistir física ou estatística na sala do pessoal da engenharia. Tirava até xerox da matéria. Sim, essa sou eu. Também dava um pulo em umas aulas de design gráfico. Acontece...), ou fazer gastronomia e ao mesmo tempo um curso de enfermagem.
                                                                                                             
As vezes a gente perde o interesse muito fácil pelas coisas também, como se de repente elas tivessem ficado entediantes (sendo que antes eram super empolgantes!), além da dúvida cruel quando alguém pergunta "o que você quer fazer da vida?" ou "onde você se vê daqui a 5 anos?", porque não queremos escolher uma coisa só. Sem contar que pensar em ficar preso na mesma situação por muito tempo é quase caso de morte. HAHA

LADOS NEGATIVOS X POSITIVOS

Demorei um bom tempo para me acostumar que esse é o meu jeito de viver e faz parte de quem eu sou. Hoje eu sei que não é só como SOU e sim como eu QUERO ser, porque me sinto bem assim. Mas obviamente, tem seus lados positivos e negativos. Vou compartilhar o meu ponto de vista sobre. :)

Vamos começar pelo negativo, né. Melhor. HAHA Lembrando que essa é a minha experiência, que pode ser diferente para você ou para outra pessoa. 

      ANSIEDADE

O fato de você se sentir pressionado pelos pais, professores e sociedade para escolher uma coisa para fazer/ser pro resto da vida, pesa muito. Se você tem interesse por assuntos específicos, fica bem mais fácil decidir, é como se aquilo fosse natural. Quando você é multipotencial, parece que qualquer escolha pode ser a errada ou a certa, o que gera altos níveis de estresse e ansiedade. Aproveitando o assunto, fiz um post aqui sobre como aliviar a ansiedade, vale a pena dar uma olhadinha! :)

         JULGAMENTO

As pessoas vão falar. Elas sempre falam, não importa se você quer ser/é um especialista ou não. Mas quando a gente gosta de muitas coisas (e elas são beeeem distintas), vão te julgar como um ET. Quando eu era mais nova, isso me incomodava muito. Não entrava na minha cabeça como alguém poderia ser tão decidido a ponto de saber o que quer pro resto da vida e ter apenas um interesse (principalmente profissional), mas parecia que todo mundo que eu conhecia, era assim. Aí óbvio, o problema só poderia ser comigo, afinal todo mundo me mandava escolher algo como se fosse fácil. A dica aqui é desligar do mundo.

              DIFICULDADE PARA TERMINAR A COISAS

Curso de inglês faltando 1 ano, faculdade de moda largada no primeiro período, curso de design gráfico completo apenas nos programas que eu tinha mais interesse. Pra mim uma das piores coisas é que eu acabo não terminando o que começo. Nem sempre o que eu quero aprender sobre um assunto está no curso/faculdade/etc inteiro. Ou então eu começo algo e aí vejo que não era bem aquilo que eu queria. Aconteceu com design de moda, por isso mudei para administração. O que temos que tomar cuidado aqui é com a diferença entre largar algo porque não interessa mais (ou não te motiva mais) e largar algo por medo. Muitas vezes fica difícil diferenciar, mas com calma a gente consegue. 

Agora o que eu considero positivo:

           HABILIDADE EM MAIS DE UMA COISA

Sabe aquela história de que você pode saber muito sobre uma área ou um pouquinho de várias? É tipo isso. HAHA E as vezes o que você aprendeu sobre um assunto específico, vai te ajudar em outro totalmente diferente. Até mesmo em empresas onde tudo parece meio engessado, acredite. Sua habilidade com pessoas vai te ajudar a lidar com aquele cara chato. Sua facilidade em design vai te ajudar a dar uma ideia em algum projeto. Seu interesse em email marketing vai te ajudar a entrar em contato com clientes e fornecedores. Sempre podemos encaixar nossos conhecimentos em diferentes situações.

         CRIATIVIDADE E INOVAÇÃO

Eu não me considero a pessoa mais criativa do mundo, mas tenho trabalhado nesse meu lado. O que acontece aqui é que como a gente conhece um pouco de várias coisas, conseguimos unir ideias de uma forma que talvez pessoas que são especialistas não conseguiriam. As vezes algumas ideias podem até parecer meio loucas de início, mas em muitos casos, sai algo realmente interessante dessa variedade de conteúdo que fica na nossa mente.

          APRENDIZADO RÁPIDO (SE QUISER REALMENTE APRENDER)


As vezes me coloco pra baixo como se eu não fosse capaz de fazer algo que outra pessoa faz, o que não é verdade, todos somos capazes, com o esforço necessário. Mas esses dias tenho visto que na realidade eu consigo aprender bem rápido sobre várias coisas, desde que eu tenha interesse real no assunto. Como esses "cliques" de vontade aparecem do nada e com muita força, geralmente eu aprendo ou pesquiso o que eu quero na mesma hora e tento aprender rapidamente. Agora, se eu não tiver esse sentimento de urgência, pode contar que eu não vou aprender nem 10% do assunto.

Estou nessa descoberta de como lidar com a minha personalidade, sobre autoconhecimento e como posso me organizar melhor (porque acreditem, precisa de MUITA organização e planejamento, senão a gente fica perdido demais, triste e desesperado), mas já estou me sentindo muito positiva em ter visto que na verdade eu não sou louca, nem estou sozinha nessa. Tem muito conteúdo legal de pessoas assim pela internet (essa linda <3), tipo esse vídeo da Paula Abreu e essa palestra do TED.
Se você se identificou com o post, sugiro que leia esse post aqui do Jão, sobre como colocar os projetos em prática, porque pode ajudar bastante. :)
E por fim, se você, assim como eu, é um multipotencial, não se diminua, não tenha medo de arriscar, nem de ser quem você é. Não tem nada de errado em querer ser astronauta e master chef. O que está errado é achar que todos temos que seguir o mesmo caminho na vida. :) Um beijo!

10 comentários

  1. Olha que interessante, também não sabia! :p

    mariasabetudo

    ResponderExcluir
  2. Fê, não sabia que existia isso e ache muito bacana! Até me identifiquei um pouco!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  3. Eu me identifico muito, tenho muita dificuldade pra terminar as coisas, mas tenho o lado criativo muito "aflorado" e tudo que envolve essa ~área~ me encanta demais. Amei ler mais sobre isso e saber sobre multipotencialidade, obrigada por compartilhar


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  4. Tb não conhecia esse termo, acho q sou um pouco multipotencial então, rs.

    Beijos.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  5. Verdade Fê, não tem nada de errado em querer ser (e fazer) muitas coisas. O errado é a gente querer suprir as expectativas dos outros, em detrimento das nossas vantagens. Adorei o post!

    ResponderExcluir
  6. Olha, acho que me encaixei, finalmente! Sua postagem me fez parar pra repensar sobre mim mesma. Tenha um dia abençoado, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Caramba, eu me identifiquei MUITO!
    Já terminei uma facul e descobri que não curtia a área. Já comecei uma pós e larguei porque era totalmente o contrário do que esperava. Já comecei outra facul e mudei de planos, larguei também. Já comecei a empreender vários projetos que levei até certo ponto e entediei!
    E a ansiedade é o que mais me prejudica, mas estou tentando lidar com ela. Afinal, hoje em dia, quem não é ansioso?

    apartamentoparadois.com.br ♥ blog | fanpage | instagram

    ResponderExcluir
  8. Fê, sério, terminei o post e sentir vontade de chorar. Me vi em cada palavra. Eu sou a definição dessa palavra, e eu acabei de dcescobrir isso. O que mais tenho dificuldade é a questão de terminar as coisas, eu amo tudo e quero tudo e depois, eu não quero mais tanto assim aquilo. Comecei um curso super empolgada, depois vi que talvez aquilo não era bem o que eu queria e aí, sai. Comecei outro e em duas semanas depois, já não queria mais tanto aquilo também, quero ser jornalista em uma semana e depois penso se não seria legal ser Policial. Parece tão doido... E essas coisas sempre me doeem, porque no fundo eu queria ser mais como essas pessoas que sabem o que querem e ponto, mas acabei de ver que tá tudo bem ser assim, né? Dá pra arrumar, com jeitinho kkk. Eu precisei salvar essa postagem nos favoritos. Vou já pesquisar sobre isso, muito bacana. As postagens daqui são sempre absurdas de boas!
    Um beijo
    Yasmim Gil
    https://yasmimgil.blogspot.com.br/ ♡

    ResponderExcluir

TOPO