LIVROS QUE MUDARAM MINHA VIDA: MINDSET - A NOVA PSICOLOGIA DO SUCESSO

Acho que todo mundo se perguntou algum dia se o talento é uma coisa que nasce com a gente ou se é adquirida com o tempo. Eu sei que já me perguntei várias vezes e confesso que pensei o seguinte: pessoas de sucesso nascem assim e morrem assim, essa lenda de que o esforço traz tudo o que queremos é pura balela.

Na verdade ainda acho que nem tudo depende exclusivamente de esforço e que a sorte tem um papel em nossas vidas, mas tenho aprendido que a forma  como pensamos a respeito disso tem um impacto profundo em nossas vidas. E é sobre isso que venho falar um pouco com vocês hoje ao trazer mais uma dica de leitura para quem estiver interessado em se aprofundar um pouco em auto-conhecimento.

O livro "Mindset: a nova psicologia do sucesso" nos traz um ponto de vista interessante para nos desenvolvermos pessoalmente: não são os "dons" natos que trazemos conosco desde nosso nascimento que definem nosso futuro. A forma como lidamos com eles e, principalmente, com nossas fraquezas pode ter um impacto muito mais profundo do que imaginamos. O Mindset é, basicamente, como pensamos a respeito de nós mesmos e do mundo a nossa volta, de nossas experiências de sucesso e fracasso, e como lidamos com novos desafios e oportunidades. Tudo o que já trazemos aqui no blog a respeito de desenvolvimento pessoal depende de nossa forma de pensar, seja no aprendizado, em nossa vida pessoal ou em nossas carreiras. Então saber entender como pensamos e, mais importante, como mudar nossa forma de pensar é essencial para conseguirmos atingir nossas metas.

Eu vou trazer aqui para vocês algumas das idéias principais do livro, mas para quem estiver interessado em exemplos específicos, o livro traz várias histórias de pais, atletas, treinadores e professores para exemplificar a influência dos mindsets no desenvolvimento de adultos e crianças.

OS DIFERENTES TIPOS DE MINDSET


Antes de mais nada, precisamos entender que existem basicamente dois tipos de mindset predominantes: o mindset fixo e o mindset de crescimento. Ambos têm sua contribuição para nosso crescimento e definem como lidamos com nossos esforços fracassos. Todos nós possuímos um pouco de cada dentro de nós, e aceitar isso é um passo importante para a mudança. Mas antes de entrar nesse detalhe, vamos entender um pouco mais a respeito de cada um.

O MINDSET FIXO

O mindset fixo é aquele que susssurra em nossa mente "você nunca vai ser tão bom assim" sempre que vemos alguém que parece ter habilidades ou inteligência além das capacidades de nós, meros mortais. A maioria das pessoas passa por isso desde a infância, quando vê aquele coleguinha de escola que parece conseguir se sair bem em todas as provas sem se esforçar. Esse mindset é o que contribui para que fiquemos em nossa zona de conforto, para evitar a derrota e decepção.

Mas qual o efeito que esse mindset tem em nós? Bom, para uma pessoa de mindset fixo, o esforço é uma grande perda de tempo. Quando ela olha para alguém que obteve grande destaque em sua área ela pensa: "o cara provavelmente nasceu um gênio e nunca teve que se esforçar de verdade na vida".  Não entra na cabeça de alguém que pense assim que a pessoa precisou de anos (talvez décadas) de trabalho duro para chegar onde está. É como achar que a vida do seu ídolo é uma peça de teatro onde só precisamos nos preocupar com o que acontece no palco, ignorando todo o trabalho envolvido nos bastidores. 

E o que acontece quando alguém de mindset fixo se depara com o fracasso? Ela desiste. Simples assim. Para o mindset fixo, se você não conseguiu algo, não era para conseguir e ponto final. Siga em frente e tente outra coisa, até achar o seu "dom nato" que vá te levar à glória e riqueza. O problema é quando essa pessoa encontra o fracasso justamente na área que ela julgava dominar. Nesse ponto, a dúvida começa a tomar conta e a depressão pode chegar com força. Por isso, é preciso tomar cuidado com a forma com que encaramos essas situações.

Para o mindset fixo, o sucesso é algo para o qual estamos geneticamente predispostos. O esforço não é uma ferramenta necessária e o fracasso é inaceitável.

MINDSET DE CRESCIMENTO

Ao contrário do mindset fixo, o mindset de crescimento é aquela voz que nos instiga a tentar mais quando vemos alguém que parece estar no topo de sua área. Para o mindset de crescimento, ninguém chega lá sem muito suor e dedicação. A sorte é só um detalhe que está além do nosso controle. Todo o resto depende de nós.

Para uma pessoa de mindset de crescimento, o esforço é uma parte inevitável da trajetória. Por isso, ter em mente a importância de qualquer tarefa que estejamos desempenhado é essencial. Precisamos ter um propósito definido para conseguirmos nos esforçar ao máximo. Inclusive, o livro traz um exemplo interessante sobre um aluno de faculdade que estava deprimido com os estudos, mas ao consultar uma psicóloga, ela havia lhe dito que ele não estava com depressão pois estava em dia com os estudos e ia bem nas provas, mesmo depois de o jovem lhe dizer que mal conseguia sair da cama todas as manhãs. Sabem por que ele conseguia manter um bom desempenho nessa situação? Devido à uma característica curiosa de pessoas com mindset de crescimento: quando encontram dificuldades elas se esforçam mais.

Mas e quanto aos fracassos? Eles são oportunidades. Não quer dizer que pessoas que pensem assim sintam prazer ao fracassar. Mas elas vêem isso como uma chance de aprender e se tornarem melhores do que já são. 

Para o mindset de crescimento, o sucesso é fruto de nossos esforços. Devemos dar o máximo de nós e aprender com nossos erros.

MUDANDO DE MINDSET


"Tá legal, entendi mais ou menos como a coisa funciona e consigo perceber que penso de forma fixa sobre muitas coisas. Mas como que eu posso mudar isso?"

É basicamente isso que fiquei me perguntando quando ia chegando ao final do livro e, para minha surpresa, a última seção é dedicada à isso.


  1. Primeiramente, basta dizer que, se você conseguiu se identificar com algumas das características de cada mindset, o primeiro passo já foi dado. Para conseguir mudar algo em si, primeiro é preciso conhecer a si mesmo. Pense a respeito de suas experiências passadas. Momentos onde você teve grandes dificuldades, duvidou de si mesmo e fracassou em algo que se achava bom. E entenda que, mesmo que você se julgue uma pessoa de mindset de crescimento, todos nós temos um pouco de mindset fixo dentro de nós.


  2. Depois de aceitar seu lado fixo de mindset, busque entender o que desencadeia ele. É quando você se depara com um grande desafio? Quando falha em alguma tarefa? Quando se sente intimidado por alguém mais experiente? Saiba identificar as situações onde precisa lidar com essa sua voz interior.


  3. O terceiro passo é onde as coisas ficam estranhas (inclusive a própria autora reconhece que isso pode causar algum estranhamento): dê um nome a seu mindset fixo. Personifique ele e trate ele como alguém concreto sussurrando em seu ouvido coisas para te fazerem desistir ou nem ao menos tentar.


  4. Depois de personificado, tudo o que resta é educar essa pessoa. Quando se deparar com um gatilho e a voz interior começar a sussurrar coisas para desencorajar, pare e pense: "espera aí. Tudo bem que as coisas estão difíceis, mas o que podemos fazer para contornar isso?". Discuta consigo mesmo outras possibilidades e ensine sua voz interior a pensar de forma diferente. Vocês ficarão surpresos com o quanto isso pode ajudar.

MINHAS EXPERIÊNCIAS


Confesso que não tive muito tempo de prática com o exercício acima (terminei de ler o livro faz pouco tempo), mas já consegui perceber melhoras. Como disse no início, meu mindset sempre foi fortemente voltado para o lado fixo. Eu reconheci MUITAS experiências passadas minhas ao ler as histórias contadas no livro. Mas posso dizer que o truque da personificação funcionou para mim particularmente na hora de solucionar conflitos (algo que eu definitivamente nunca fui bom). Nunca gostei de confrontar diretamente as pessoas, mas foi uma experiência interessante "conversar" com minha voz interior e perceber que existem outras formas de solucionar esses confrontos. Mas acho que isso também seja uma experiência pessoal e que cada um precisa testar por conta própria.

E aí? Acharam legal o tema do livro? Fazia algum tempo que eu não falava especificamente sobre isso, então como tinha acabado de terminar a leitura achei legal compartilhar. Digam aí nos comentários o que acharam e o que mais gostariam de saber. Eu e a Fê vamos adorar ajudar com o que pudermos! Até a próxima, galera!

Jão

6 comentários

  1. É algo que falo muito com os meus pacientes. Temos obtidos bons e duradouros resultados.
    Beijinhos e bom fim de semana.
    https://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  2. Eu comentei e acho que deu erro =s caso vocês recebam dois comentários meus nessa postagem, deletem esse hahaha ameeei a dica, estou bem interessada em assuntos que esse livro aborda ultimamente, penso que nem tudo é por acaso, sorte existe sim e devemos saber lidar com tudo que aparece, é a nossa reação que modifica algumas coisas em nossas vidas... AMEI a dica!

    ResponderExcluir
  3. Tenho vontade de ler este livro, parece excelente!!
    bj http://diadebrilho.com

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei muito desse livro, acho bem interessante esse lado da psicologia, eu leria esse livro para me ajudar a ser melhor com as pessoas e mudar meu interior para a melhor. ^^
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  5. Esse livro parece ser muito bom, aborda um assunto bem interessante, muito legal ele falar esse lado da psicologia!!

    beijos

    onlyinspirations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Que blog incrível, adorei os temas que vocês trazem.
    Não conhecia o livro mas já vou anotar para ler. Estou em uma fase se muito auto-conhecimento e tenho adorado livros com assuntos parecidos e palestras. Nessas leituras ouvi muitas vezes falar sobre mindset mas ainda não entendo direito o que é, acho que esse é o livro perfeito.
    Ótimo post, beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir

TOPO